Internacionalização de Municípios

Em um mundo globalizado, a interação internacional entre cidades vem se tornando algo importante para o compartilhamento de informações, tecnologias e projetos. Através disso, os atores subnacionais (como governos do estado, prefeituras, ONG, etc.) ganham autonomia para desenvolver seus potenciais, e também visibilidade tanto nacional quanto internacional.

A internacionalização de municípios é o processo pelo qual as cidades passam para se relacionar em âmbito internacional com outras cidades. Isso pode ocorrer a partir de financiamento de projetos através de recursos externos, de cooperação internacional, da atração de moradores e investidores pela aplicação do chamado “marketing urbano” ou da inserção dos municípios em redes de cidades.

O financiamento de projetos por recursos externos é uma forma de internacionalização menos ativa, com  menor interação entre os atores, ocorrendo apenas no pedido de recursos para algum projeto que seja o foco de financiamento do outro país. A cooperação técnica também é relativa à recursos, mas é uma forma com mais contato entre os atores, pela qual os recursos humanos e técnicos são mais valorizados que os  financeiros, sendo a troca a parte mais importante do processo. Por sua vez, o “marketing urbano” é um conceito que se relaciona muito com políticas que objetivam uma maior visibilidade do município, sendo essas voltadas para a atração de movimentação na cidade, tanto de artistas, investidores, turistas ou até moradores.

Já as redes de cidades são a forma atualmente mais interessante e eficiente de internacionalização. Essas redes são formadas com o objetivo de reunir cidades que possuam alguma semelhança ou interesse comum (cidades sustentáveis, cidades pertencentes à países do MERCOSUL, cidades com melhor educação, etc.) para que nelas possam ser discutidos problemas parecidos que enfrentam e soluções cabíveis que foram elaboradas por aquelas que já os enfrentaram. A troca de experiências é o principal foco das redes de cidades e a partir da inserção dos municípios em redes como essas, há grande ganho de visibilidade, tanto pelas opiniões colocadas nas próprias reuniões da rede como também pela elaboração de projetos municipais que possam vir a ser apresentados nelas.

Dentre os benefícios obtidos pelos municípios através da internacionalização, por diferentes meios, podemos citar: atração de investimentos externos com turismo e desenvolvimento do setor produtivo; geração de empregos e promoção do comércio e de investimentos para setores estratégicos. Outro benefício importante é o compartilhamento de experiências para o aprimoramento de políticas públicas e para a elaboração de projetos que favoreçam a população.
Desta forma, é possível perceber a quantidade de benefícios que a internacionalização pode trazer para um ator subnacional como um município. Atualmente, é importante que as secretarias municipais, ao trabalharem em conjunto por um projeto que possa desenvolver a cidade, tenham em mente também de que formas ele poderia ser compartilhado e projetado internacionalmente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s